O porque de um relacionamento ruim

Bom, eu estava vagando pelos MUITOS blogs que acompanham e li esse post bem interessante, sobre relacionamentos ruins, e como muitas amigas minhas ( e até eu mesmo passei ) estão passando por isso revolvi copiar e colar aqui o post na integra.

Qual a razão de insistir em algo que nos faz mal?
Se você começa apertar sua mão com um alicate, você com certeza só vai apertar até onde aguenta e vai parar antes que comece te machucar. Por que então não fazer assim com os relacionamentos?

É super comum ver pessoas em relacionamentos baseados em mentira e traição, mas que preferem continuar.
Ou então insistem em ficar com uma pessoa que não lhe dá valor nenhum, mas parece ser comodo continuar empurrando esse relacionamento, mesmo com toda infelicidade e sofrimento.

Bati um papo com o pessoal no twitter, e chegamos a algumas conclusões.

Comodismo.

Parece que o comodismo é o principal motivo para ficar num relacionamento ruim. O comodismo faz a pessoa pensar que não vai conseguir viver sem a outra. Você acostuma tanto estar naquela situação que, por mais desconfortável que seja, você se coloca em uma zona de conforto, ou de desconforto conforme o caso.

– Já que estou aqui, pra que terminar?
– Já estamos juntos há tanto tempo, não me imagino mais sem ele.
– Eu sei que ele vai mudar e vai melhorar. Ele me prometeu.

A verdade é: Da mesma maneira que você se acostumou a estar com aquela pessoa, você vai se acostumar a ficar sem. Não vale a pena se acomodar numa situação que traz sofrimento.
E acredite, NINGUÉM muda! A pessoa é o que é, com seu caratér, sua personalidade, defeitos e qualidades. Ninguém muda pelo outro. Se ele te prometeu que vai mudar, observe que essa mudança não durará mais que um mês.

– Ah, Raquel, mas não é tão simples assim terminar um namoro!

E quem disse que é simples melhorar a sua vida e conseguir ser feliz?

Mas o que vão pensar de mim?

Muitos ficam com medo de terminar um relacionamento por achar que ele vai sair falando alguma coisa. Ou que os pais e amigos vão falar alguma coisa

Em primeiro lugar: a vida é muito curta pra você gastá-la sendo infeliz e se preocupando com o que vão pensar de você.
Depois tem outra grande questão: A única pessoa que pode saber se você está feliz é VOCÊ!
Eu já passei por relacionamentos difíceis e demorei terminar por medo da reação das pessoas. E quando terminei muita gente me criticou e falou que eu era fria e ruim. Mas NINGUÉM se preocupou em saber como EU estava me sentindo no relacionamento e como EU estava me sentindo com a decisão que tomei.
É muito fácil uma pessoa julgar a outra de fora da situação, mas só você vai poder dizer se vale a pena ser infeliz só pra todo mundo pensar bem de você.

Ele é tão charmoso.

Sério que tem gente que prolonga um relacionamento ruim só por atração física? É, é sério!
Mas além da carinha bonitinha, muitos caras são mestres na arte da manipulação e na arte de se fazer de vítima. E muita mulher por aí se derrete por esse tipo e vira o cachorrinho deles.
O problema desse tipo de homem é que normalmente eles são egoístas e só pensam neles. E sempre dão um jeitinho de fazer você se sentir A errada.

Mas, Kel, você está generalizando e falando sem saber!
Não, não estou. Já conheci esse tipo e já me relacionei com esse tipo. Eles se colocam como vítima e fazem de tudo pra que você se sinta inferior.
Valorize-se! O seu valor é você quem faz… você deve saber o quanto você vale e só aceitar alguém que pague esse valor.

Círculos de amizade.

Ta aí um outro problema para um fim de um namoro: Amigos em comum.
Daí ficam no relacionamento por medo de perder esses amigos. Eles sentem que, se terminar o relacionamento, eles terão de fazer amigos novos.

Mas eu o amo demais

– Mesmo ele me traindo, eu finjo não saber, porque o amor está acima disso.
– Mesmo ele me tratando mal, sendo estúpido, eu o amo e não consigo ficar longe dele.

Por favor, me perdoem pela sinceridade, mas isso não é amor, é burrice! Amor é outra coisa.

Paixão é sentimento. Aquele calor no corpo quando você o vê, ou quando ele encosta em você. Aquele friozinho na barriga quando você lembra do beijo dele.
Ciúmes é sentimento. Aquela dor ruim e aquele nó na garganta que dá só de imaginá-lo olhando ou pensando em outra.
Tristeza é sentimento. Aquele choro descontrolado causado por tanto sofrimento de querer fazer um relacionamento dar certo e não conseguir.
Alegria é sentimento. você tá tão feliz que sente que nada no mundo vai acabar com isso. Que nada pode vencer isso.

Amor não é um sentimento (ohhhh, como assim Raquel!?)

Amor é uma decisão!

Você decide estar do lado daquela pessoa INCONDICIONALMENTE. Porque o amor é incondicional.
Quando existe amor não há sofrimento.
– Ah, mas isso não existe, todo relacionamento tem briga!
sim, tem briga mas tem respeito, reconciliação, e no final tudo fica bem.
Quando você ama alguém você decide estar ao lado dela nos momentos dificeis, de doença, de falta de grana, de estresse… nada disso abala.
Quando você ama, aquele defeito que poderia ser irritante se torna irrelevante. Porque você decidiu viver com aquela pessoa incondicionalmente. E incondicionalmente significa que você a ama e a aceita EXATAMENTE como ela é.
Quando você decide estar do lado de uma pessoa acima de qualquer circunstância você jamais vai pedir pra ela mudar o jeito de ser. Do mesmo modo que você jamais deve aceitar que alguém tente te moldar.

Então é hora de parar pra pensar e pesar até que ponto vale a pena continuar num relacionamento só por comodismo.

Se você souber de outras razões pras pessoas ficarem em um relacionamento ruim, compartilhe conosco. Ou conte-nos sua história. Às vezes a sua experiência pode servir de conforto pra alguém.

Sei lá, acho que mostra pra todas (os) como é um relacionamento ruim.
Claro que isso vai de casal a casal, mas acho que esses são pontos chaves em comun entre os dois mundos ( homens e mulheres) e que afetam 95% das pessoas ( afinal sempre tem exeção a regra)
o post original você pode ler aqui: http://tpmulheres.net/index.php/2010/09/01/amor-ou-comodidade-por-que-as-pessoas-insistem-em-relacionamentos-ruins/

É um bom blog e que pessoalmente falando ja me deu boas dicas.
Recomendo a todos a leitura ^^

Let’s Rock, and love for real not for fun

Estudar pra que??

Procurando um bom emprego? Um britânico de 31 anos encontrou a solução: ser mendigo profissional. Daniel Terry tem casa e recebe uma ajuda semanal de cerca de R$ 210 do governo. Mas ele resolveu fingir que era sem-teto e foi pedir dinheiro na rua, com um colchão e um cobertor. Sabe quanto ele lucrou em um ano? R$ 62.417,86. E isso dá mais de R$ 5.000 por mês. Segundo o jornal Daily Mail, quando o governo descobriu, no entanto, ele foi multado em R$ 266.

Então me respondam queridos leitores: PORQUE EU PERCO TEMPO NA FACULDADE?!
depois desse cara….eu vou mudar de vida o.o’

Let’s Rock, and ask money in the street